Autorização de procedimentos médicos

Lembra-se de ter consultado nos aplicativos ou nas páginas da Bradesco Saúde o “Status de senha”, para acompanhar as solicitações de autorização para a realização de algum exame ou de uma cirurgia? - Agora essa funcionalidade mudou de nome: “Autorização de procedimentos médicos”.

A nova nomenclatura foi selecionada por você, cliente e usuário de nosso Portal.
Muito mais intuitivo, por meio da “Autorização de procedimentos médicos” é possível consultar o andamento do pedido, de forma objetiva e em tempo real.

A funcionalidade possibilita também a consulta do histórico de solicitações de autorização prévia dos últimos 6 meses, com informações como: data da solicitação, nome do referenciado e, nos casos dos pedidos autorizados, a senha gerada
 

Conheça o passo-a-passo

Com a Autorização dos procedimentos médicos, o segurado acompanha o status da solicitação, a partir da indicação de abertura, passando pelo processo de análise e comunicação com o referenciado, até a resposta.

Lembre-se: o processo de análise da autorização para a realização de um procedimento médico começa com o envio da solicitação que deve ser feito pelo hospital ou clínica.
 

2. Solicitação de autorização prévia

A solicitação para a autorização prévia de realização do procedimento médico deve ser feita pelo hospital ou clínica referenciada.

3. Análise técnica e administrativa

Feita a solicitação, uma equipe técnica faz a avaliação clínica e verificação dos documentos enviados, enquanto outro time examina as informações referentes ao plano contratado.

4. Resposta

Com a análise concluída, o beneficiário pode ser autorizado a realizar o procedimento ou não.

1. Consulta Médica

Durante a consulta, o médico identifica a necessidade da realização de um procedimento médico-hospitalar ou internação.

Detalhes de cada etapa

O passo-a-passo acima mostra um fluxo perfeito para aprovação de uma solicitação de autorização prévia para a realização de procedimento médico-hospitalar ou internação. Durante a consulta com o médico, verifica-se a necessidade de uma cirurgia, exame ou internação. Após essa etapa, o referenciado, isto é, a clínica, hospital ou laboratório, onde será realizado o procedimento, deve encaminhar a solicitação de autorização prévia, junto com todos os documentos necessários, para a Bradesco Saúde. 

Ao receber o pedido, inicia-se o processo de análise dos documentos para uma avaliação técnica, esta é feita por médicos especialistas e equipe, com o objetivo de averiguar a pertinência do procedimento. Caso haja qualquer divergência técnica, é feito contato com o referenciado. Ao mesmo tempo, um outro time examina as questões administrativas relacionadas ao plano do beneficiário.

Após as avaliações técnica e administrativa, a resposta da solicitação será atualizada no status da Autorização dos procedimentos médicos, que está disponível no Portal, nos apps Bradesco Saúde e Bradesco Seguros ou pela Central de Atendimento.
 

Saiba como acessar a funcionalidade nos diferentes canais

Via portal Bradesco Seguros                                                  
1) Clique aqui para acompanhar o status da Autorização;
2) Faça login na Área do Beneficiário;                                        
3) Selecione o processo “em aberto”.  
 
Via app Bradesco Saúde
1) Faça login no aplicativo;
2) Clique em Autorização de procedimentos médicos;
3) Selecione a primeira opção.
                    
Via app Bradesco Seguros
1) Faça login no aplicativo;
2) Selecione a opção Saúde;
3) Clique em Autorização de procedimentos médicos;
4) Selecione a primeira opção.

Podemos ajudar? Tire suas dúvidas

De acordo com regulamentações da ANS (Agência Nacional de Saúde), os planos de saúde, e isto varia entre eles, devem oferecer aos seus beneficiários um rol de procedimentos. Entre esses, alguns, como exames de alta complexidade, cirurgias eletivas, internações e outros precisam de uma autorização prévia da Bradesco Saúde e de outras empresas do ramo para serem realizados. As solicitações para essa autorização são analisadas e avaliadas por médicos especialistas, junto a uma equipe, e também por um time administrativo.

Cirurgias eletivas são aquelas que podem ser marcadas e planejadas com antecedência. Elas se diferem das cirurgias de emergência e das de urgência. Nas de emergência, há o risco de perda de vida ou de uma parte do corpo, caso não seja realizada imediatamente ou em um curto intervalo de tempo, de até 6h. São classificadas como de urgência, as cirurgias em que pode haver o risco de perda de vida ou do membro, caso não seja realizada em uma janela de tempo, normalmente de 6 a 24h.

As razões para a solicitação de autorização prévia ser negada podem, por exemplo, estar relacionadas a falta de documentação necessária ou informações incompletas na solicitação; podem, ainda, ser por motivos administrativos, como carências. Outro exemplo que causa a negação é a falta pertinência técnica para a realização do procedimento médico. Todo o processo de análise visa, sobretudo, à saúde dos beneficiários.

Complementary Content
${loading}