Início
  • Previdência Privada
  • institucional.vertical.previdencia.sobmedidaprevjovemvgbl
    Banner Topo
    SOBMEDIDA PREV JOVEM VGBL

    Planeje os gastos com seus filhos

    Cuide da educação deles e tenha vantagens em troca.

    Sobre o SobMedida Prev Jovem VGBL

    Um plano para quem deseja ver seus investimentos crescerem. Quanto mais tempo seu dinheiro rende e maior for o seu saldo, a taxa de carregamento, que pode chegar a 0%, e a taxa de administração são reduzidas. Ideal para quem faz IR no modelo simplificado, o plano também oferece vários benefícios para sua tranquilidade.

    Para quem investe na educação dos filhos

    Para quem é

    Para quem deseja acumular recursos para a educação e o início da vida profissional de seus filhos ou dependentes menores de 21 anos.

    Como funciona

    Você pode fazer contribuições mensais de no mínimo R$ 50 ou uma parcela única a partir de R$ 500. A qualquer momento é possível fazer aportes adicionais.

    Vantagens

    A cada faixa de saldo atingida, a reserva migra para um fundo com menor taxa de administração. E ainda tem repasse de 100% da rentabilidade líquida obtida.

    Detalhes do plano

    Benefício riscal

    Durante o período de contribuição, os recursos são isentos de tributação sobre rendimentos. Ao longo do recebimento de renda ou no resgate, o IR é calculado sobre os rendimentos e não sobre todo o capital acumulado.

    Benefícios de risco

    - Pecúlio: concede um pecúlio, importância paga de uma única vez ao beneficiário indicado, em decorrência da morte do Participante ocorrida durante o período de cobertura.
    - Pensão ao menor: em caso de morte do participante durante o período de cobertura, uma renda mensal temporária é paga ao beneficiário indicado, menor de 21 anos.

    Para os benefícios de risco, o valor mínimo de contribuição mensal, por proposta (quando não está sendo comercializado em conjunto com o Benefício de acumulação) é de R$ 30.

    Taxa de administração e carregamento

    Dois tipos de taxas incidem sobre os planos de previdência, em diferentes momentos: a taxa de administração e a taxa de carregamento.

    - A taxa de administração é o percentual sobre o patrimônio líquido do fundo pelo serviço de administração do fundo e gestão da carteira.
    No SobMedida Prev Jovem VGBL, quanto mais tempo você investe, maior é o rendimento e a redução da taxa de administração passa a ser automática. A cada faixa de saldo atingida sua reserva migra automaticamente para um fundo com menor taxa de administração. Ou seja, quanto maior o seu saldo, menor a taxa de administração a ser paga e, consequentemente, maiores os rendimentos. As taxas variam conforme abaixo:

    VGBL (alíquota progressiva)

    Saldo acumulado - R$ Taxa de administração
    Até 129.999,99 1,9%
    De 130.000,00 a 249.999,99 1,5%
    De 250.000,00 a 299.999,99 1,2%
    A partir de 300.000,00 1,0%

    VGBL (alíquota regressiva)

    Saldo acumulado - R$ Taxa de administração
    Até 79.999,99  1,9%
    De 80.000,00 a 199.999,99 1,5%
    De 200.000,00 a 249.999,99 1,2%
    A partir de 250.000,00 1,0%

    - A taxa de carregamento é o percentual calculado sobre as contribuições pagas pelo participante, a fim de suprir as despesas administrativas, de corretagem e colocação do plano. O carregamento é cobrado somente na saída do plano, em resgates e/ou portabilidades e não mais no momento da adesão ou das contribuições mensais; é calculado sobre o valor de cada contribuição nominal e não sobre o valor da reserva. É decrescente em função do tempo: quanto maior o período de permanência no plano, menor o carregamento - podendo chegar a 0,00%.

    Contribuição mensal

    Prazo de Acumulação FICs 1,9% FICs 1,5%, 1,2% e 1,0%
    Até 24 meses 4,00% 1,80%
    Entre 25 e 48 meses 3,0% 1,30%
    Entre 49 e 60 meses 2,0% 0,80%
    A partir do 61º mês 0,00% 0,00%

    Contribuição única

    Prazo de acumulação  FICs 1,9% FICs 1,5%, 1,2% e 1,0%
    Até 24 meses  2,50% 1,10%
    Entre 25 e 48 meses 1,85% 0,90%
    Entre 49 e 60 meses 1,20% 0,70%
    A partir do 61º mês 0,00% 0,00%

    Regime tributário

    Você pode escolher o tipo de tributação mais adequado ao seu perfil: 

    - Se a sua aposentadoria está próxima, ou o valor da renda mensal pretendida está dentro da faixa de isenção do IR, a Tabela Progressiva pode ser mais indicada

    - Se você tem como perspectiva um período de acumulação maior, de longo prazo, a Tabela Regressiva pode ser mais atrativa

    Qualquer que seja o seu caso, a melhor ferramenta para auxiliar a sua decisão é o Simulador. 

    Pela Tabela Progressiva, os valores recebidos a título de resgate são tributados à alíquota de 15%, como forma de antecipação do imposto devido na declaração de ajuste anual de Imposto de Renda (IRPF). Já os valores de benefício recebidos são tributados com base nas alíquotas da tabela progressiva de IRPF. Os valores recebidos, tanto os de resgate quanto os de renda devem ser ajustados na declaração anual de IRPF. 

    Pela Tabela Regressiva, a tributação é calculada por alíquotas que diminuem ao longo do tempo de permanência dos recursos aplicados. Portanto, quanto maior o período de acúmulo dos recursos, menor o imposto pago na ocasião de resgates ou no recebimento de renda mensal.

    Tabela Progressiva mensal
    (aplicada aos valores de renda mensal, recebida como aposentadoria)

    Base de cálculo (R$) Alíquota % Parcela a deduzir do IR (R$)
    Até 1.903,98 - -
    De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,8
    De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,8
    De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
    Acima de 4.664,68 27,5  869,36

    Tabela Progressiva anual
    (aplicada aos valores de resgate ou renda anual, recebida como aposentadoria)

    Base de cálculo (R$)  Alíquota % Parcela a deduzir do IR (R$)
    Até 22.847,76 - -
    De 22.847,77 até 33.919,80 7,5 1.713,58
    De 33.919,81 até 45.012,60 15 4.257,57
    De 45.012,61 até 55.976,16 22,5 7.633,51
    Acima de 55.976,16 27,5 10.432,32

    Valores em reais (R$) - Ref. IRPF exercício de 2017, ano-calendário de 2016.

    Tabela Regressiva

    PRAZO DE ACUMULAÇÃO ALÍQUOTA NA FONTE
    Até 2 anos 35%
    Acima de 2 anos até 4 anos 30%
    Acima de 4 anos até 6 anos 25%
    Acima de 6 anos até 8 anos 20%
    Acima de 8 anos até 10 anos 15%
    Acima de 10 anos 10%

    Resgate

    Há um período de carência (contado a partir da sua primeira contribuição) de 6 meses para quem optou pela Tabela Progressiva, e de 12 meses se a escolha foi pela Tabela Regressiva. Você escolhe se quer utilizar o saldo acumulado parcialmente, de uma só vez ou determinando datas fixas para os saques. Em caso de resgate parcial, você só pode fazer um novo saque após um intervalo de 60 dias.

    Portabilidade

    Você pode solicitar a portabilidade total ou parcial para outro plano de previdência do Bradesco, ou mesmo de outra entidade ou seguradora. Basta observar a carência mínima de 60 dias para cada solicitação.

    Podemos ajudar? Tire suas dúvidas

    A previdência privada é uma aplicação financeira voltada para a aposentadoria. A contribuição parte da iniciativa própria do participante, com liberdade de escolha e adequação às necessidades individuais de cada um. Basta contratar e contribuir com o plano de seu interesse, da forma mais conveniente. Na data determinada, você pode resgatar o valor investido.

    Investimentos com condições pré-estabelecidas. Ou seja, prazos e condições de remuneração já são determinados no momento da aplicação. São títulos públicos (emitidos pelo Governo) ou privados (emitidos por empresas), considerados mais seguros e indicados para pessoas que desejam correr menos riscos.

    Investimentos em que a rentabilidade não é pré-determinada. Exemplo: ações negociadas em bolsa de valores, fundos de investimento em renda variável e commodities (ouro, moedas estrangeiras, entre outros). Esse tipo de investimento é considerado mais arriscado, mas tem maior potencial de retorno (embora sem garantia) e é mais indicado para investidores de longo prazo.

    O significado literal de cada sigla é Plano Gerador de Benefícios Livres (PGBL) e Vida Gerador de Benefícios Livres (VGBL). A diferença entre os tipos de plano de previdência está em quanto o investidor vai pagar no Imposto de Renda. O PGBL é recomendado para quem faz a declaração completa do Imposto de Renda. O investidor pode deduzir do imposto o que investiu durante o ano no plano de previdência até chegar no limite de 12% da renda bruta. O VGBL é indicado para quem declara o Imposto de Renda no formulário simplificado e também para quem é isento. Nesse caso, o investidor não pode abater as aplicações feitas ao longo do ano no Imposto de Renda.

    Contrate uma Previdência Privada

    A Bradesco Seguros tem o produto ideal para as suas necessidades.


    * itens de preenchimento obrigatório.


    Espaçamentos do componente desativados


    Complementary Content
    ${loading}