Bradesco Saúde alerta para a prevenção ao câncer de mama no Outubro Rosa

por Bradesco Seguros em 19/10/2017

Ressaltar a importância da prevenção no combate ao câncer de mama para que haja uma redução no número de casos da doença. Justamente com essa ideia, a Bradesco Saúde faz um alerta a fim de incentivar a adoção de hábitos saudáveis, que podem evitar a patologia, e também a detecção precoce, aumentando as chances de cura. A ação integra as atividades do Outubro Rosa para segurados, corretores parceiros, estipulantes e referenciados cadastrados na seguradora.

 
“Conforme levantamentos da ANS e do Ministério da Saúde (MS), estima-se que 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis, como a prática de atividade física regular, alimentação saudável, manutenção do peso corporal adequado e evitando o consumo de bebidas alcoólicas. Essas informações são difundidas pela Bradesco Saúde, por meio do Programa Juntos Pela Saúde”, explica Flávio Bitter, diretor técnico e de produtos da Bradesco Saúde.
 
Segundo dados do Ministério da Saúde, uma em cada oito mulheres poderá desenvolver a doença, mas 90% delas conseguem a cura, em especial nos casos de detecção precoce. Este é o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil, perdendo apenas para o câncer de pele. Estima-se que a doença faça cerca de 13 mil vítimas fatais por ano.
 
O câncer de mama é o crescimento descontrolado das células da mama que adquiriram características anormais por conta de mutações. Embora a patologia seja muito recorrente em mulheres, homens também podem ter câncer de mama.
 
Um dos desafios na detecção precoce é o fato de que, na maior parte das vezes, a doença é assintomática. Podem ocorrer, porém, nódulos ou caroços na mama ou axilas, vermelhidão, inchaço, calor, descamação ou dor na pele da mama.
 
Prevenção:
 
Praticar atividade física regularmente;
Alimentar-se de forma saudável;
Manter o peso corporal adequado; 
Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
Amamentar;
 
Detecção precoce:
 
Consultas periódicas ao ginecologista (cerca de uma vez ao ano);
Autoexame de toque e observação das mamas para ver se não há mudanças em seu aspecto;
Mamografia e ultrassonografia das mamas;
A mamografia permite a detecção precoce do câncer ao mostrar lesões na fase inicial, aumentando desta forma as chances de cura;
O câncer de mama pode ser identificado por meio dos exames preventivos, por isso, torna-se fundamental sua realização periódica.