Bradesco Saúde destaca a importância da conscientização popular no Dia Mundial da Doação de Sangue

por Bradesco Seguros em 13/06/2017

Esta quarta-feira, 14 de junho, marca o Dia Mundial da Doação de Sangue. A data tem como objetivo conscientizar cidadãos do mundo inteiro para a importância dessa ação social. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o percentual ideal de doadores está entre 3,5% e 5% da população total. Mas, em países como o Brasil, por exemplo, o número não chega a 2%. Esse percentual ainda sofre uma queda durante as férias, quando os hemocentros são praticamente obrigados a operar com menos que o mínimo necessário.
 
O programa Juntos pela Saúde, coordenado pela Bradesco Saúde, alerta para a importância da doação regular desse fluído vital para sobrevivência. Sangue é um bem insubstituível e apenas uma bolsa pode salvar até quatro vidas. Ações regulares de doações ajudam na manutenção dos estoques estratégicos dos hemocentros em todo o país.
 
Pessoas entre 16 e 69 anos podem doar sangue no Brasil. Para menores, de 16 e 17 anos, é necessário o consentimento dos responsáveis. Entre 60 e 69 anos, a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos. Para isso, é preciso ter acima de 50 kg e estar em bom estado de saúde.
 
Como doar:
•         Apresentar documento com foto (RG/habilitação/carteira de trabalho);
•         Estar bem de saúde;
•         Pesar acima de 50 kg;
•         Ter entre 16 e 69 anos. Doadores entre 16 e 17 anos devem estar acompanhados pelos pais ou responsável;
•         Os hemocentros operam de segunda a sexta-feira, das 07h às 12h. Sábado e domingo, das 7h às 11h.